sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Mortes polêmicas de pessoas famosas

20071110

Conheça a história de pessoas famosas que tiveram mortes trágicas e envolvendo alguma polêmica e dúvidas nos fatos. Algumas já foram explicadas e algumas ainda continuam um mistério, sobre as quais apenas podemos supor o que aconteceu.

Marilyn Monroe

marilyn_monroe

Faleceu na manhã do dia 05 de agosto de 1962, aos 36 anos, enquanto dormia em sua casa, em Brentwood, na Califórnia. A versão oficial foi overdose pela ingestão de barbitúricos (sedativos e calmantes), mas ninguém sabe o que realmente aconteceu, pois ouviu-se o barulho de um helicóptero, uma ambulância foi vista esperando fora da casa, antes que a empregada desse o alarme. As gravações telefônicas e quaisquer outras evidências desapareceram e o relatório da autópsia foi perdido. Toda documentação do FBI sobre amorte foi suprimida e os amigos de Marilyn que tentaram investigar o que realmente tinha acontecido receberam ameaças de morte.

Princesa Diana

diana12

Morreu em 31 de agosto de 1997, devido a um acidente automobilístico no túnel da Ponte de L’Ama, em Paris. O carro era ocupado por Diana, o motorista Henri Paul e Trevor Rees-Jones, que era o mais próximo do ponto de impacto e foi o único sobrevivente, além de ser o único a estar usando o cinto de segurança, o que para todos foi muito estranho já que normalmente os seguranças não o utilizam para ter mais mobilidade em caso de risco.

Rees-Jones ficou dois meses em coma no hospital e, quando acordou, afirmou não se lembrar de nada. Diversas teorias de conspiração foram criadas como suposta explicação do ocorrido, mas em 2004, após novas evidências as autoridades francesas decidiram reabrir o caso.

John F. Kennedy

madame tussauds 211208

No verão de 1963, Kennedy iniciava sua campanha para reeleição nas eleições de 1964, mas ao meio-dia e meia do dia 22 de novembro, passando pela Dealey Plaza, em carro aberto, foi atingido por dois tiros, um no pescoço (que também atingiu o Governador do Texas John Connally) e outro fatal na cabeça. O ex-fuzileiro naval, Lee Harvey Oswald (24), que trabalhava num depósito de onde foram vistos os disparos foi detido e acusado de ser o atirador, mas acabou sendo assassinado na prisão, por Jack Ruby, ligado à Máfia americana e portador de uma doença terminal.

Bruce Lee

bruce-lee-picture-large

Morreu em Hong Kong, aos 32 anos, por causas desconhecidas. A autópsia acusou um edema cerebral, um inchaço no cérebro que ocasionou o acidente vascular encefálico devido a uma reação alérgica a um remédio (equagezic) tomado para aliviar uma cefaléia que estava sentindo, mas para muitos fãs ainda não está explicado.

Tancredo Neves

Sarneyoficial

Eleito presidente do Brasil em 15 de janeiro de 1985, mas adoeceu gravemente, com fortes dores abdominais às vésperas da posse e morreu sem ter sido empossado. Só resolveu assumir publicamente a doença e se submeter à cirurgia com garantias que Figueiredo iria empossar a vice-presidente (José Sarney), pois temia que os militares da chamada linha-dura se recusassem a passar o poder ao vice-presidente. Tancredo faleceu aos 75 anos de infecção generalizada e, durante o período em que ficou internado sofreu sete cirurgias.

Ritchie Valens

richie_valens

Morreu em 3 de fevereiro de 1959, aos 17 anos, em um acidente de avião, junto a Buddy Holly e Big Bopper. O pequeno avião no qual viajavam entrou em uma tempestade de neve cega e bateu no milharal de Albet Juhl, algumas milhas depois. Esse incidente ficou conhecido como “o dia em que a música morreu”, retratado posteriormente na canção American Pie, de Don McLean. Ritchie sempre dizia que tinha medo de avião e usava sempre um “patuá” que considerava uma proteção, naquele dia em questão ele estava sem o utensílio.

John Denver

John-Denver-sb02

Tinha duas paixões na vida: cantar e voar. Morreu em 12 de outubro de 1997, quando o avião que pilotava, em fibra de vidro, caiu no mar da Califórnia. A imprensa publicou várias versões inconsistentes e contraditórias para explicar a causa do acidente.

Paulo César Farias

pc3

Foi tesoureiro da campanha de Fernando Collor de Mello e Itamar Franco nas eleições presidenciais brasileiras de 1989 e foi a personalidade chave que causou o primeiro processo de Impeachment da América Latina, em 1992. PC Farias foi encontrado morto, junto com sua namorada Suzana Marcolino, na praia de Guaxuma, em 1996. O primeiro legista a analisar o caso disse que Suzana teria matado PC Farias e depois se suicidado, mas descobriu-se posteriormente que este teria recebido 4 milhões de reais do irmão de PC Farias para fraudar o crime. O caso foi considerado crime passional, mesmo após peritos terem afirmado que o casal teria sido assassinado.

Daniela Perez

110933

A atriz foi assassinada, aos 22 anos, pelo colega de trabalho, o ex-ator Guilherme de Pádua, e por sua mulher Paula Nogueira Thomaz, que a emboscaram e mataram com 18 golpes de tesouras, atirando seu corpo em um matagal. Os assassinos cumpriram apenas 6, dos 19 anos a que foram condenados, o que causou indignação popular e principalmente de sua mãe, Glória Perez, que encabeçou uma campanha de assinaturas resultando na alteração da Legislação Penal, agora mais rigorosa.

João Paulo

Joao Paulo e Daniel e Dermes_427x450

O cantor (à esquerda) morreu em 12 de setembro de 1997, aos 37 anos, na ânsia de ver sua esposa e filha. Logo após o pedágio, ainda na Rodovia Bandeirantes, seu carro  capotou e pegou fogo, o cantor não conseguiu sair do carro, morrendo carbonizado.

2 comentários:

Unknown disse...

o texto que fala de Tancredo Neves esta com a foto de José Sarney. Isso foi de propósito?

Maria José.

Anônimo disse...

E JOÃO PAULO DA DUPLA COM O DANIEL É O DA DIREITA NA FOTO.