quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Conheça 8 fascinantes depósitos de sucata no mundo

Conheça oito impressionantes cemitérios de sucata espalhados ao redor do mundo. O que fazer quando tanques de guerra, aviões, ou até mesmo âncoras não servem mais para nada? Geralmente esses objetos são abandonados em lugares desertos localizados bem longe da população. Conheça alguns desses fascinantes lugares!

1 – O Cemitério de Aviões (Arizona, USA)

Existe perto da Base Aérea de Davis Monthan em Tucson, no Arizona, um cemitério de aviões. O número de aviões depositados lá é muito grande e o pessoal precisa achar maneiras de “estacionar” os aviões de forma a economizar espaço.

Um fato interessante é que quase todos os aviões ali estocados ainda são capazes de serem recuperados e voltarem na ativa. Esse cemitério de aviões é também uma das grandes atrações turísticas do deserto do Arizona.

2 – O Cemitério de Locomotivas (Bolívia)

Em uma área deserta na Bolívia, encontra-se o lugar onde o governo depositou todas as antigas locomotivas a vapor utilizadas no país décadas atrás. Este ferro velho composto de máquinas a vapor e carcaças velhas localiza-se em um lugar abandonado próximo ao pequeno posto comercia de Uyni à 3670 m do nível do mar nas montanhas Andinas.

3 – O Cemitério de Navios (Mauritânia)

A cidade de Nouadhibou é a segunda maior cidade em Mauritânia e é lá onde se localiza um dos maiores cemitérios de navios do mundo. Centenas de navios enferrujados podem ser vistos abandonados por toda a parte, alguns na água e outros na praia.

Esse fenômeno começou nos anos 80 após a nacionalização da indústria pesqueira de Mauritânia, quando muitos navios considerados anti-econômicos foram simplesmente abandonados no local. Depois disto, vários proprietários de navios estrangeiros adotaram a baia como um lugar conveniente para se livrar de embarcações antigas.

4 – O Cemitério de Tanques Soviéticos (Afeganistão)

Nos arredores de Cabul no Afeganistão, há uma enorme coleção de veículos de guerra soviéticos que foram deixados para trás após uma tentativa de ocupação militar maciça do bloco oriental da URSS e que aconteceu no Afeganistão. Os soviéticos saíram as pressas e não tiveram tempo de consertar os veículos quebrados para que fossem levados com eles.

Hoje esses tanques estão sucateados e foram pixados pelos afegãos. O Afeganistão não tem condições de reciclá-los e eles foram deixados pelo deserto para lembrar o mundo da invasão soviética que falhou, formando o maior cemitério de tanques do mundo.

5 – O Cemitério das Âncoras (Portugal)

Entre as dunas da ilha de Tavira, em Portugal, existe um lugar impressionante chamado de Cemitério das Âncoras. Ele foi criado para relembrar a gloriosa tradição de pesca de atum usando grandes redes (Armações de Atum) presas com essas âncoras, uma técnica de pesca inventada pelos fenícios.

Após os gigantescos atuns se tornarem extintos naquele lugar, os pescadores largaram suas âncoras em um mesmo lugar em recordação aos lendários pescadores de atum.

6 – O Cemitério das Máquinas de Venda (Japão)

Localizado em Tamamura, Gunma-ken, Japão, este cemitério de máquinas de venda nos lembra de um problema ambiental, não só por causa do lixo gerado pelo desuso das máquinas antigas, mas principalmente pelo gasto de energia gerado para manter essas máquinas funcionando (algumas geladas e outras quentes) sempre ligadas.

7 – O Cemitério de Guerra (Eritréia)

Em Asmara – uma importante cidade Eritréia – existe um enorme cemitério de veículos de guerra destruídos composto por tanques, caminhões blindados e outras relíquias capturadas pelos eritreus, ou deixadas para trás pelo Dergue devido a evacuação da Etiópia.

“Nós mantemos esse lugar como um lembrete”. “Nós vivemos em meio a sucata e em qualquer outro país já teríamos reutilizado todo esse metal, mas aqui em Eritréia, esse ferro-velho é como um símbolo de orgulho da nossa vitória sobre a Etiópia”, diz Peter do Departamento de Turismo.

8 – O Cemitério de Carros Soviéticos (Rússia)

Conheça o cemitério de carros soviéticos. A maioria desses carros são muito raros hoje em dia nas ruas da Rússia e já foram objetos de desejo de gerações passadas, as quais não tinham o direito de ter um carro próprio. Agora eles ficam em um campo distante e silencioso na Rússia como um monumento lembrando o estilo de vida russo.

Talvez, em um desses carros, Stalin ou Brezhnev já cruzaram as ruas de Moscou há décadas atrás.

Veja também

Imagens de cemitério de aviões nos EUA

Os mais estranhos produtos a venda em máquinas de ficha

O ferro velho do exército em Chernobyl (vídeo)

Nenhum comentário: