quarta-feira, 29 de julho de 2009

MJ manteve um surpreendente "diário da morte", que revela :" Eu vou voltar"

      Michael Jackson manteve um surpreendente “diário de falsa morte ” explicando como teria um suposto ataque cardíaco e dizendo que ele iria sair do seu esconderijo, um amigo da família que alega ter encontrado o diário “entre os pertences pessoais de Michael” falou ao derekclontz .com com exclusividade

Há muita pressão, pressão, pressão … pressão em todos os lugares em que me viro …

o diário datado de 17 de Novembro de 2008 diz, em parte.

Eu não sei quem eu sou, não mais. Talvez eu seja só um pai para os meus filhos. Talvez eu seja um fracassado.

As drogas são (ilegível) um estrago … (ilegível) … eu não sou viciado. Mas eu não posso parar …

Se Elvis … (ilegível) … eu posso ser.

Eu vou ter um “ataque cardíaco” causado por drogas como ele fez (sim, é isso!)

Eu vou voltar, mas somente quando estiver pronto. Maior do que Elvis em 69.

Talvez no Natal de 2009. Ou talvez o Ano Novo seja melhor.

Uma turnê de volta-do-morto, um verdadeiro suspense. Mas tenho que descansar. Estou cansado. Eu não estou sendo (pensamento) claro.

São as drogas.

Muitos fãs ainda me amam. (Algumas) pessoas me odeiam. A coisa será diferente (depois disso) …

      As pessoas mais próximas de Jackson recusaram-se a comentar – oficialmente – a reportagem. Mas cada um reservadamente expressou-se: “amamos Michael, não importa o que aconteça.”
O amigo que divulgou partes do diário também foi procurado, dizendo apenas, “há mais de 60 páginas (dele) que liberarei para a família pelo meu advogado e eles podem fazer o que quiserem com ele. Ele não me pertence. Ele pertence a Michael e aos seus amados.”

      Outras fontes confirmam que Jackson, 50, tinha falado de uma farsa de morte “várias vezes” em 2008 e também em 2009, embora a descoberta do diário que revela os seus planos parecesse vir como uma surpresa a todo o mundo em que o derekclontz.com entrou em contato.

      Uma publicação de um relato de uma falsa morte, na própria caligrafia da superestrela, pode levar a problemas legais sérios, dizem os especialistas, especialmente se o jornal for considerado por companhias de seguro e autoridades como um projeto da fraude.

Espero por Deus que o diário seja verdadeiro,” disse um confidente de Jackson que solicitou anonimato. “Se Michael realmente estiver vivo, se ele armou tudo isso, se ele falsificou a sua própria morte, então ninguém será mais feliz do que eu. Quanto a fraude – não, de jeito nenhum.

Michael não cometeria fraude. Ele não está tentando resgatar o seguro. Ele está protegendo-se. Ele está fazendo isto pelos seus filhos. Eu garanto.

      As notícias “da morte” de Jackson no dia 25 de Junho atordoaram o mundo. De fato, horas após o anúncio por autoridades, os fãs já começavam a especular que ele ainda estaria vivo e teria se escondido. Os relatórios subsequentes sugeriram que ele, de fato, preparou uma farsa para evitar as pressões da vida pública.

      Em furos de reportagem, derekclontz.com relatou que Jackson estaria vivendo em Asheville, na Carolina Norte e na Europa Oriental, onde acham que ele poderia estar escondido na Hungria, ou até na Rússia, onde centenas de pessoas afirmam tê-lo localizado em Moscou.

Nenhum comentário: