terça-feira, 28 de julho de 2009

Homem passa 300 dias em ilha deserta em companhia de um porco

      Com apenas duas facas para cortar e um porco como companhia, um homem passou 300 dias em uma ilha deserta no Oceano Pacífico, segundo reportagem do jornal australiano "Daily Telegraph".

      O suíço Xavier Rosset decidiu se isolar totalmente em Tofua, uma ilha vulcânica onde há "alguns porcos, muito coco, um lago e floresta tropical", tendo de procurar comida e abrigo. Na bagagem, ele levou apenas um canivete suíço, um facão e uma câmera de vídeo para registrar sua aventura para um documentário que será lançado no fim do ano.

      A missão era reaprender práticas de sobrevivência. "Eu tive de achar comida e água, construir abrigo, aprender a pescar, tudo", contou. Em dois meses, Rosset perdeu quase todos os 18 quilos que ele "estocou" antes da aventura. Ele não conseguia manter o peso até descobrir como preparar armadilhas e matar porcos. No processo, fez amizade com um filhote de porco.

      "Eu não podia comê-la porque ainda não tinha carne suficiente. Então, a peguei e ela ficou comigo por três meses. Era exatamente como um cachorro. Ela era uma boa amiga para mim, mas não conversava com ela como o Tom Hanks conversava com a bola de vôlei no filme 'O Náufrago'", contou.

Nenhum comentário: